O Sedentarismo Como Obstáculo para uma Melhor Qualidade de Vida

O Sedentarismo Como Obstáculo para uma Melhor Qualidade de Vida

O sedentarismo é a ausência ou quase nenhuma atividade física. O corpo humano é como uma máquina, que se não for usada e feita uma boa manutenção, enferruja. Precisamos nos movimentar, praticar atividades físicas e gastar calorias. O sedentarismo e a obesidade são assuntos sérios e uma das grandes preocupações da Organização Mundial da Saúde, já que as maiores causas de mortalidade no mundo são doenças relacionadas à problemas cardíacos e vasculares. Exercícios físicos são importantes em qualquer fase da nossa vida, desde crianças até idosos.

A nossa vida moderna acaba nos acomodando em práticas sedentárias, como usar carros para ir a todos os lugares, escadas rolantes, elevadores, passar muito tempo assistindo televisão, jogando vídeo game ou consultando redes sociais nos smartphones, sem contar rotinas extremamente monótonas dentro de escritórios. Tudo isso gera pouco gasto calórico durante o dia, até em atividades que deveriam ser regulares como caminhar até os lugares e fazer as tarefas domésticas.

Esse problema tem sido muito comum desde a infância, gerando consequências desastrosas. Podemos associar ao sedentarismo males como a obesidade, colesterol alto, infarto, diabetes, hipertensão arterial, asma e até distúrbios psicológicos.

Deixar para trás uma vida sedentária e investir em alguma atividade física contribui positivamente para uma melhor qualidade de vida, levando à perda de peso, diminuição do risco de desenvolver algumas doenças crônicas, aumento de disposição, bem-estar e uma melhor qualidade de sono. Pode contribuir também na melhora de quadros de ansiedade e depressão.

É importante salientar que em qualquer dieta ou nova rotina de exercícios, pelo menos três profissionais sejam consultados, um nutricionista que vai adequar a dieta Mayr Kur, ou qualquer outra para a sua necessidade e perfil de gasto calórico de acordo com suas atividades. Um cardiologista para atestar que você está apto(a) para praticar atividades físicas e quais atividades são recomendadas de acordo com sua idade, sexo, peso e presenças ou não de cardiopatias. E também um professor de educação física para prescrever e acompanhar sua rotina de exercícios de acordo com os objetivos a serem alcançados.

O caminho para alcançar uma qualidade de vida satisfatória passa inexoravelmente pela atividade física, pois ela também é responsável pela liberação de dopamina e endorfina, hormônios responsáveis pela sensação de prazer, causando assim um maior bem-estar.

Se você quer de fato mudar a forma como trata o seu corpo, você precisa conhecer a filosofia Mayr Kur que desintoxica e alcaliniza o organismo como um todo. O que comemos, e geralmente comemos em excesso, se acumula em nossas vísceras em forma de fezes e quando estas não são rapidamente eliminadas, se transformam em toxinas e radicais livres, verdadeiros venenos que atingem nosso sistema imunológico. O resultado? Queixas como dor de cabeça, mau hálito, sensação de estufamento, fadiga crônica, obesidade. Se você tem se sentido assim, é hora de mudança.

A filosofia propõe a limpeza do trato digestivo com o uso do sal amargo, uma dieta reduzida, alcalinização através do Pó Básico e exercícios moderados. Segundo o que prega a filosofia, tratando o sistema digestivo, seu corpo como um todo se revitaliza e melhora sua qualidade de vida. Os reflexos no seu corpo se dão no fortalecimento das unhas e cabelos, melhora ou cura nos quadros de gastrite, esofagite e úlceras, maior disposição, melhora no humor, na qualidade do sono e emagrecimento.

Sabemos que, com a rotina da vida moderna e o acesso a determinadas tecnologias e alimentos de preparo fácil, acabamos nos acostumando com aquilo que é mais cômodo, mas acabamos pagando com a saúde do nosso corpo. Com um pouco de esforço e disciplina é possível sim, reprogramar o cérebro, se reeducar, ter uma vida saudável e plena, e emagrecer.

Siga os passos da filosofia Mayr Kur e viva saudável.

2017-01-26T06:13:18+00:00 1 fevereiro, 2017|Atividade Física, Destaque, Saúde|0 Comments

Leave A Comment