SEJA SAUDÁVEL E EMAGREÇA

SEJA SAUDÁVEL E EMAGREÇA

Pare de comer porcarias, não conte calorias, faça substituições e alcance os seus objetivos.

Se você não pode ou não quer pagar um acompanhamento nutricional com um nutricionista e quer emagrecer, você pode começar fazendo mudanças nos seus hábitos alimentares, por exemplo com essas três dicas que eu dei no subtítulo acima.

Você já é adulto (a), tem um conhecimento razoável sobre tudo que não presta em termos de alimentação, mas ainda assim você continua comendo comidas pouco nutritivas, muito calóricas e que fazem mal à saúde a longo prazo. Porquê? A maior parte das respostas para essa questão é preguiça, facilidade e porquê eu gosto mesmo e não quero mudar.

Bom, se você gosta mesmo e não quer mudar, ok. Só não crie expectativas de ter um corpo bonito e uma vida saudável. Não existem milagres. Aquela atriz linda e magra que diz não pratica exercícios, come de tudo e ainda assim é magra e linda tem três opções: está mentindo, ela é um caso em 1 milhão ou ela tem menos de 25 anos (quando o nosso metabolismo é naturalmente mais acelerado).

Agora, se você sente preguiça e existe muito mais oferta e facilidade de comida não saudável, você pode mudar. Concordo que uma lasanha congelada é muito mais simples de preparar e muito mais saborosa que um prato de salada com arroz integral e um peito de frango grelhado. Mas se você quiser mudar de verdade, tudo é uma questão de hábito, de se organizar para preparar uma alimentação mais saudável e reeducar seu paladar.

Nosso paladar é cada vez mais bombardeado de sabores artificiais que são fortes e viciam, é glutamato monossódico, corantes, flavorizantes, conservantes, acidulantes, estabilizantes, sódio e açúcar, muito açúcar. Em uma pesquisa recente realizada nos supermercados dos Estados Unidos foi constatado que 80% de todos os alimentos vendidos ali continham açúcar. Aqui no Brasil não deve ser muito diferente disso.

Ao ler o rótulo de um produto industrializado, quanto mais palavras você não souber o que é, nem para que servem aqueles itens, mais veneno você está colocando para dentro do seu corpo.

Portanto a primeira dica é: REDUZA DRASTICAMENTE O CONSUMO DE PORCARIAS.

Tudo que contenha açúcar refinado, como biscoitos recheados, refrigerantes, sucos de caixinha, iogurtes, chocolates ao leite e branco (o meio amargo é melhor), gelatina, achocolatados (os que já vem pronto tem ainda mais açúcar), geleia de mocotó, sorvete, corte ou só consuma embutidos na casa de alguém ou em alguma festa. Salsicha e nugget é massa de alguma coisa (ninguém sabe ao certo de que) com muito conservante, corante, sódio, nada de nutrientes e muitas calorias. Ok, eu sei que o nugget não é propriamente um embutido, mas é tão ruim quanto. Linguiças, salames e outros embutidos geralmente têm muita gordura e ainda recebem um aditivo que lhes confere o sabor de “defumado”, pura química com sabor de fumaça.

Comidas congeladas

Os pratos prontos podem até ser saborosos e bonitos nas embalagens, no entanto são bombas calóricas e, novamente nada de nutritivo, além é claro de serem entupidos de conservantes. Pense comigo, as fábricas da Sadia, Perdigão, Seara, Batavo ficam em sua maioria em Santa Catarina, eles fabricam, pré-assam ou pré-cozinham, embalam, armazenam, transportam e entregam. No mercado também é armazenada e depois colocada à venda. Pense no tempo, distância, mudanças de temperatura que essa comida passou e não estragou até chegar na sua mesa. Claro, entupida de conservantes.

Segunda dica: PARE DE CONTAR CALORIAS.

Ok, você quer emagrecer e vai começar a comprar tudo de light, diet, orgânico, sem glúten e sem lactose que encontrar no mercado e começar a se ligar na quantidade de calorias nos rótulos. Por favor, não entre nessa paranoia. Primeiro, os rótulos nem sempre dizem a verdade, segundo, quando eles retiram ou reduzem algum ingrediente, eles acrescentam outros, terceiro, até hoje ninguém provou que a lactose ou glúten façam mal a quem não tem intolerância a eles e quarto e mais importante, é melhor que você consuma até mais calorias de um alimento saudável (frutas, legumes, hortaliças, grãos, ovos etc.…) do que meia dúzia de calorias vazias das porcarias vendidas nos supermercados.

Terceira dica: FAÇA SUBSTITUIÇÕES SAUDÁVEIS.

Se você conseguir cortar ou pelo menos diminuir o consumo de porcarias industrializadas e parar de ficar contando calorias, certamente você está buscando uma vida e um corpo mais saudáveis e, claro, mais magro. Porque não?

Conheça os alimentos por categorias e faça sempre refeições que contenham uma pequena porção de cada uma delas: basicamente carboidratos e proteínas. Se possível acrescente uma porção de frutas, hortaliças e legumes.

São exemplos de carboidratos saudáveis: arroz integral, batata doce, inhame, aipim, batata inglesa, pão integral, massas integrais, milho e tapioca.

Proteínas saudáveis: Peito de frango, carne vermelha magra (alcatra, patinho, músculo), ovos, carne de porco, leite desnatado e demais derivados lácteos.

Hortaliças: As folhas além de nos fornecerem diversos nutrientes, também podem diminuir a fome quando consumidas antes dos pratos principais. Bertalha, acelga, alface (lisa, crespa, americana, roxa), couve (experimente comê-la crua, é uma delícia), espinafre, rúcula, agrião, entre outras.

Legumes: beterraba, cenoura, chuchu, abobrinha, abóbora, jiló, berinjela, cebola, repolho, brócolis. São fontes de vitaminas, minerais e fibras.

Frutas: Moramos em um país abundante em variedade e quantidade de frutas, aproveite e diversifique. Morango, manga, melancia, goiaba, melão, mamão, maçã, tangerina, banana, laranja, acerola, abacate, uvas, limão.

Grãos e cereais: Feijões, lentilha, ervilha, grão de bico, linhaça, quinoa, amaranto, chia etc…

DICA EXTRA: USE E ABUSE DAS CORES, SABORES E COMBINAÇÕES NAS SALADAS

Aquela salada basiquinha do brasileiro composta de alface, tomate e cebola pode ser incrementada e até mesmo virar a refeição principal. Experimente ACRESCENTAR uma folha escura como couve ou rúcula, salpique um punhado de linhaça, chia e quinoa. Coloque uma porção de alguma oleaginosa, amêndoa, nozes ou castanha do Pará. Coloque um pouco de passas, acrescente uma fruta do seu gosto, pode ser morango, tangerina, abacate, manga. Desfie um pedaço de peito de frango cozido ou acrescente uns 6 camarões graúdos cozidos e sem casca e coloque duas rodelas de batata doce cozida. Pronto, sua salada rica, nutritiva e colorida e completa está pronta.

Se ficar sem criatividade busque no Google por saladas diferentes, criativas, coloridas, exóticas, nutritivas, completas.

Equipe Pó Básico

2017-04-13T11:36:13+00:00 12 abril, 2017|Bem Estar, Destaque|0 Comments

Leave A Comment